15 março 2018

S. Pedro não esteve grande amigo da Volta, mas nem por isso a festa deixou de se fazer!

​A 36ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola começou, 14 de março, em Vendas Novas, debaixo de forte chuva e vento, mas que não atemorizou os 146 homens, em representação de 21 equipas nacionais e internacionais.

Feita a chamada de todas as equipas, o pelotão perfilou pelas 11h15, na Av. da República, com o Presidente da Câmara Municipal, Luís Dias, acompanhado pelo Diretor da Prova, Joaquim Gomes e pelo Comandante do RA5, Coronel de Artilharia Dias Martins, a cortar a fita de partida para a etapa inaugural. Pés nos pedais, mãos no guiador, e aí vão eles para a volta simbólica pela cidade, chamando a população a aplaudir, não fosse esta uma terra com forte ligação às bicicletas.

Passando novamente no pórtico de partida, despedem-se de Vendas Novas com os olhos no caminho, que o tempo não está para grandes acenos à população e a etapa ainda é longa.

Para que não faltasse força a toda a comitiva, antes que cada um seguisse para a estrada, o Município providenciou um beberete com produtos tradicionais da terra, mostrando o que de melhor se faz por cá. Um agradecimento a todos os produtores/estabelecimentos que se disponibilizaram a participar.

Passados 173,5 km, a etapa terminou em Serpa, revelando como primeiro líder, Gabriel Cullaigh (Team Wiggins).

A “Alentejana” está na estrada até domingo, dia 18 de março, dividida em cinco etapas e um contrarrelógio, num total de 751,9 km, percorrendo diversas latitudes da região num acontecimento desportivo que, ano após ano se repete numa organização CIMAC - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central e Podium Events.