14 julho 2020

Proteção Civil: Aviso à população

Condições Meteorológicas Adversas | Perigo Meteorológico de Incêndio Rural

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) informa que de acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê-se para os próximos dias um agravamento considerável do risco de incêndio entre 14 e 17 de julho.

Esta situação levará ao incremento do Estado de Alerta Especial para o nível LARANJA no Distrito de Évora durante estes dias.

Com este nível de risco, prevê-se maior rapidez na propagação de eventuais incêndios florestais e maior dificuldade na sua extinção, o que resultará num risco agravado para pessoas e bens, pelo que neste período não serão concedidas pelo Município autorizações de:

- Queimas de amontados e queimadas extensivas;

- Utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão.

Recordamos ainda que durante o PERÍODO CRÍTICO, de 01 de julho a 30 setembro, é PROIBIDO:

  • Utilizar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural salvo se, usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados, para o efeito;
  • Fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais;
  • Lançar balões de mecha acesa e foguetes;
  • Fumigar ou desinfestar apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas;
  • Usar motorroçadoras (exceto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores nos dias de Risco Máximo. Evite o uso de grades de discos.

É OBRIGATÓRIO usar dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa nos veículos de transporte pesados e 1 ou 2 extintores de 6 Kg, consoante o peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.